Diferenças entre acupuntura x agulhamento a seco | Blog Phisio Trainer
719
post-template-default,single,single-post,postid-719,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Diferenças entre acupuntura x agulhamento a seco

As agulhas são as mesmas e o resultado de ambas as técnicas é a melhoria do quadro geral. Embora as duas utilizem o mesmo instrumento – no caso as agulhas – elas têm diferenças quanto à origem, função e amplitude.

A técnica de Dry Needling foi internacionalmente estabelecida como ‘estimulação intramuscular’, e, mais recentemente, de acordo com a Federation of State Boards of Physical Therapy/US, como ‘terapia manual intramuscular’, sendo considerada, na realidade, um segmento das áreas de Fisioterapia Manual, Musculoesquelética e Manipulativa, interessando a fisioterapeutas de diversas especialidades.

A acupuntura é uma prática reconhecida como especialização da profissão de fisioterapia pelo COFFITO (Conselho Federal de Fisioterapia e Terapias Ocupacionais) por meio da Resolução COFFITO N° 60, de 29 de outubro de 1985.

Abaixo, citaremos algumas das particularidades de cada uma dessas técnicas. Acompanhe!

 

Origem

A acupuntura é uma terapia oriental desenvolvida na Antiguidade, mais exatamente na Idade da Pedra. Em 3.000 a.C. agulhas feitas de espinha, lascas de pedras ou de bambu já eram utilizadas para tratar diversos tipos de sintomatologias, inclusive o reequilíbrio geral do organismo.

Entre 10.000 e 4.000 a.C. algumas pedras foram encontradas em ruínas chinesas. Em achados datados da Dinastia Shang, por volta de 1.000 a.C. já existiam agulhas de bronze.

Já o agulhamento a seco (dry needling, em inglês) tem como base a terapia ocidental. É considerada uma técnica muito recente, desenvolvida na década de 1940, pela médica norte-americana Janet Travell e, posteriormente, pelos cientistas Karel Lewit e Chang Gun.

Janet começou a prática clínica nos pontos-gatilho visando a melhora das dores miofasciais (trigger points).

 

Função

A acupuntura utiliza os meridianos para reequilibrar a energia do corpo por meio da harmonização do funcionamento dos órgãos internos, e com isso é capaz de melhorar dores sejam estas musculares ou não, além de outras muitas doenças.

No agulhamento a seco, as agulhas são utilizadas para atingir diretamente o músculo, para fazer com que ele devolva o correto funcionamento da ‘engrenagem’ musculoesquelética. Uma das vantagens é que as agulhas agem diretamente no ponto da dor, no caso da tensão muscular ou quando há um déficit de movimento.

 

Amplitude

Como a acupuntura é uma medicina natural que auxilia o corpo a reagir, pode ser um processo gradual. A duração do tratamento depende da patologia e da região a ser tratada. Na acupuntura também são utilizados pontos clássicos da medicina tradicional chinesa e a terapêutica parte de uma avaliação que envolve conhecimentos de fisiologia energética e semiologia específica que inclui a análise de regiões como a língua e o pulso.

Os resultados do agulhamento a seco são praticamente instantâneos. Logo na primeira sessão, é possível perceber o distensionamento do músculo dolorido e, em outros casos, o aumento da amplitude do movimento. Seu único objetivo é a inativação dos pontos dolorosos (“trigger points”) e interrupção do ciclo da dor.

Como se vê, a acupuntura é uma técnica mais ampla, que leva em consideração os fluxos de energia do organismo e o agulhamento a seco já ataca diretamente a dor, geralmente decorrente de intercorrências musculares. Mas ambas com ótimos resultados. Basta seguir o aconselhamento do fisioterapeuta.

Comments

comments

Sem comentários

Poste um comentário